Por que Nós Precisamos das Crianças

Qualquer igreja, seja na fase de fundação, seja na fase de revisão, precisa ter as crianças no foco central.

Ao nível da visão conceitual, precisamos nos lembrar que Deus vê a Igreja não como uma instituição, como uma escola, uma empresa, ou mesmo como um centro comunitário. Sua imagem da igreja é de uma família. Ela pode ter diferentes estágios de maturidade, mas todos os seus membros têm um mesmo status: filhos de seu Pai celestial.

Muitas vezes nós precisamos ser lembrados de que as crianças têm qualidades de confiança e de abertura, que são essenciais para o Reino dos Céus (Mateus 18, 3). Aqui estão algumas razões de porque nós precisamos das crianças:

Primeiro, as crianças são as sementes para a igreja do futuro. Se elas forem bem plantadas, bem nutridas, amadas e levadas à maturidade, a igreja não vai ter falta de líderes espirituais para o futuro. Investir tempo, dinheiro e relacionamento nas crianças se tornará a corrente de vida da igreja.

Em segundo lugar, as crianças são mais produtivas. Se elas aprendem a seguir Jesus e a servir entre o Seu povo desde cedo em suas vidas, isso se tornará o modo normal de viverem suas vidas e elas não precisarão ser treinadas novamente quando forem mais velhas. Tudo que elas aprendem através da educação e do treinamento de seus dons e talentos pode ser canalizado para seu culto e ministério, e pode se tornar uma doce oferta a Deus.

Em terceiro lugar, as crianças são eficazes agora. Muitas vezes, elas mostram aos adultos um exemplo para o testemunho, oração, adoração e sobre servir aos outros. Uma vez que elas veem que Deus quer que elas façam alguma coisa para Ele, elas mergulham em fazê-lo. Elas não são inibidas por timidez, por medo de outras pessoas ou por inexperiência. Pessoas adultas podem ser tocadas pela franqueza das crianças e pelo poder da sua oração.

Em quarto lugar, as crianças trazem vida para a igreja. Quando os adultos veem as crianças vivendo e trabalhando entre eles, isso traz muito mais propósito para toda a amplitude do seu ministério cristão. Idealmente as crianças deveriam ser incluídas em tudo o que a igreja fizer – oração, visitas, grupos de discipulado, celebração, missões e assistência social. Seus olhos jovens alargam a perspectiva da igreja para um coração generoso.

Escrito por Lorna Jenkins, extraído do Blog de Joel Comiskey e adaptado pelo Pr Silvio Figueiredo